Esportes e o mundo empresarial

Neste ano as Olimpíadas é aqui na nossa “casa”.

Podemos fazer uma reflexão de como os esportes têm muito a nos ensinar sobre negócios, independente qual seja o seu jogo. Vamos analisar os itens compartilhados pelos dois “mundos”? Assim como um atleta que luta pela vitória, temos também que lutar por uma meta. Eles dão o melhor de si, mesmo que o cenário esteja negativo e as chances de vencer sejam mínimas. O esporte nos ensina também sobre a valorização do trabalho em equipe. Mesmo os esportes individuais precisam da ajuda de um treinador ou do envolvimento de alguma outra pessoa. 

Além disso, quando você treina em equipe por algum tempo, é possível obter um maior desempenho, pois os jogadores conhecem os pontos fortes e os fracos de cada um. Vemos também que o treino é essencial para o sucesso, dificilmente um time ou um atleta que não treina constantemente conseguirá ganhar uma prova. Para obter bons resultados, é fundamental que todos os integrantes deem 100% da sua vontade, atenção e força de trabalho.

Por último e não menos importante, temos o feedback, quando um membro do time joga mal, ele irá receber um feedback dos treinadores, para que descubra como melhorar sua performance. Quanto mais pessoas comentarem o seu desempenho, maiores são as chances dele aprimorá-lo. No mundo dos negócios, o feedback também é algo muito importante.

Com isso podemos concluir que às vezes, sozinho é possível chegar mais rápido, mas que juntos, em equipe, podemos ir muito mais longe. Precisamos entender que a vitória é fruto do trabalho em equipe, e que precisa ser compartilhada e celebrada por todos aqueles que participam da “corrida”.

Diego Zanini